sábado, 21 de abril de 2018

falta

Se eu disser pra 'você' que hoje acordei e passei o dia todo triste, que foi difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava se exibindo lá fora e o céu convidava para fazer alguma coisa e viver, mesmo sabendo que havia muitas coisas a fazer, acordei triste e tive em mim a preguiça de cumprir os rituais que faço sem nem prestar atenção no que estava e ainda estou sentindo, sua falta de algumas pessoas na minha vida.
Se eu disser que foi assim, o que você me diz?
Se eu lhe disser que hoje não foi um dia como os outros, que os outros também são assim, mas hoje foi mais e amanhã tenho medo de ser mais ainda... Não encontrei energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de nada, onde está você ? Minhas doenças não pegam, não são contagiosas, tampouco precisarias me ajudar em alguma coisa se isto for empecilho.
Lembra ? você e os outros enchiam a casa, fazíamos sopa e aquilo rendia a todos. Depois que adoeci muita coisa mudou... E de vocês quem tenho tanta falta.

sexta-feira, 16 de março de 2018

BILD revisão de perícia.

Fui chamado via carta para fazer revisão do #INSS , ontem tentei ligar e só dizia-se indisponivel e hoje está assim desde que consegui linha : digite cpf ou outro numero... ai vem todas as opções e eu digitei o correto da revisao: vem a voz e diz seu num de posiçao 1 tempo de espera 9' 10", 5 minutos depois num de posição11 e espera 7', depois posiçao 10 espera 5' 46'', posição 10 espera 6'8'', depois posição 07 espera 5'35''...até ser atendido por uma mulher chamada Francisca, me pergunta o que eu desejo...falo da carta que recebi e ela me transfere para o inicio de tudo... novamente digitar cpf, ouvir opções, e novas posições e tempo de espera até ser atendido por um rapaz Élder, a ladainha é a mesma todo este serviço pode ser encontrado no site, o duro é conseguir entrar no site... até que fui atendido e pedem para que faça a pericia em fazenda Rio Grande, até que acordamos em fazer em Curitiba mas o agendador não me deu tempo para a coleta de documentos, no HC demora-se pelo menos 30 dias para copia do prontuário...e vamos correr para ver o que consigo de docs. foram quase meia hora em duas incursoes pelo telefone, o braço cansou.

Ando tão cansado...

Há dias que eu acordo e penso: por que continuar meus tratamentos ? Se não há fuga dos dois monstros que me perseguem ?Se não é o coração cansado e remendado, que me castra até nas caminhadas simples, é este bichinho danado que vai e vem, como se fosse um brincante de esconde esconde... Ando tão cansado ...

sábado, 3 de fevereiro de 2018

cronica de um dia

Ela aquele dia me sorriu com o semblante ingênuo, que me fez convidá-la para ir ao teatro, fomos assistir ENTRE DUAS MULHERES no Teatro Rodrigo D'Oliveira. Tudo me parecia a criação duma nova estação, de outro eu, um novo estado, entre o líquido e o gasoso. Entre o silêncio e o zumbido. Entre a solidão e sua companhia. Passei a não fazer mais nada sozinho. Escondi meus deletérios, deletei meus infernos, minhas intempéries. Artesão que sempre fui, recriei-me a partir de inéditas matérias-primas, primeiro a matéria, depois as rimas, das palhetas e suas cores, das palavras que emergem de algum lugar a meus montes de textos. A clara evidência de sua pureza em clarividência, era sabermos que por hora nos completávamos. Opaca era a minha estação dando lugar à exata estação dela. Ela estava ali, e fazia correr nas noites para ir encontra-la, quando me desejava, quando me queria, e éramos felizes nas noites frias. Estado de quase perfeição. Queríamos perpetuar o ão de paixão.
Nela, eu me perpetuava. Me contemplava. Me fazia dela e ela parecia se fazer de mim.
Por tudo o que eu desejei e quis.
Por ela, me refiz.
E num dia, ela me entra pela porta da sala, eu já a esperava, simplesmente me diz:
__Resolvi dar um tempo, por isso vim pegar algumas coisas minhas e de nossa filha...
E até este momento não mais voltou ...
Por ela, tenho morrido um pouco a cada dia.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

O exame da vez

Poxa,do dia 08 de novembro, é madrugada e não consigo dormir, a ansiedade me toma, p estômago revira, a pressão medida quatro vezes vai e ao céu e desce a algum lugar. O pouco que cochilei o suor tomou conta da camiseta e travesseiro,tive de tirá-la e o travesseiro ser substituído por um terceiro já...
Sob a água do chuveiro, e com o espelho posicionado faço a tricotomia, antes passei a máquina de cabelo pelo púbis e sacro escrotal... a lâmina nova resvala sobre a pele, o pênis com frio desaparece, dificulta o trabalho que precisa ser feito.
5h15 tomo o ônibus, vou ao terminal e dele ao Centro médico e de lá vou de van ao HC...Chegamos as 7h10 desta vez, quatro pacientes em clinicas diferentes foram deixados antes: Merces, Cruz Vermelha e Pequeno Príncipe...
Combinei com meu sobrinho para me acompanhar, não fazem determinados exames sem a presença de alguém responsável...Cheguei no 9º andar, tudo escuro ainda, apenas duas enfermeiras e uma médica estavam na recepção depois de uma noite de trabalho, pediram que aguardasse a secretária...
Aos poucos o andar começou a ganhar vida, pacientes chegando, alunos, médicos, os residentes que conheço quase todos passavam e vinham falar comigo, me animavam e diziam que tudo ia correr bem...
Alessandro chegou, conversamos pouco, não temos muita intimidade, pecado de tio, tinha que ter sido mais presente na vida de meus sobrinhos, de todos.
O cansaço da espera me venceu e acabei deitando no banco duro, usei a mochila como travesseiro e dormi... acordaram-me para colocar a roupa do hospital, fui a sala de curativos e tentamos uma roupa e só a calça serviu, as túnicas não fechavam e apertavam o encaixe dos braços, acabamos po usar duas, uma de frente e outra nas costas.
fui ao banco de novo, já havia me posicionado e começava a viagem de Orfeu e a enfermeira Maria me cutucou:
__seu Abilio, venha, como não sabemos se vai demorar ajeitamos um leito para o senhor descansar, vamos...
E eu fui, que maravilha foi a cama, um rapaz estava no quarto, ficou paralitico aos 17 anos, casado, conversamos, mas também não se demorou muito e adormecemos, já que Alessandro babava na poltrona do quarto... o terrível nestes exames é ver os outros comerem e e beberem e você ter de ficar em jejum.
Somente a 16h50 vieram me buscar para descer ao sétimo, fomos, mais uma espera até a sala estar arrumada, um menino gritava acordando da cirurgia de fimose, uma menina gemia alto, uma senhora passou sorridente já acordada da anestesia...
O anestesista me fez as mesmas perguntas: está em jejum, usa próteses, como está o coração, tem a liberação da cardio, sua pressão está um pouco alta, tomou as medicações? e quanto ao clopidogrel e o ass?
17h15 entramos na sala fria, começaram a me arrumar, e muda de maca, e fica todo exposto, um coloca o escalpo no braço e outro passa polvedini onde acontecerá a intervenção...Putzzz ela me bate com a gaze nos testículos, gemi alto de dor.
Já foi um caso para gozação entre eles.
Fernando e Guilherme estão na sala para ensinarem aos outros, me acalmam e eu apago...
acordo ainda ali no centro cirurgico, passamos de maca e sou levado a sala de reabilitação para  observação, todos os uros haviam ido embora, só o anestesista ficou tentei sabre dele se sabia, a resposta seca: só com os médicos no dia da consulta.
e foi ali que perguntei:
__ que horas são? __19h35;
__Caramba, demorou mais que das outras vezes.
__O senhor é um caso difícil seu Abilio, muito difícil, seu coração assustou a todos em vários momentos.
__Mas vou sair desta!
__Desta e de outras seu Abilio.
__Como está ele ?
__Já está bem podemos levá-lo ao quarto ou vai à UTI.
__Ele é externo..
__Como assim? Não pode, está especificado aqui, ficar em observação mínimo 24 hs.
__Não há leito...
__Vamos levá-lo e eles no andar resolvem.
Chegamos no andar, fui ao quarto, minutos depois o enfermeiro entra e diz, vamos trazer uma comida para o senhor, está em jejum a muito tempo.
Me trouxeram  muita sopa...
e pouco depois ele entrou:
__O senhor pode trocar-se para ir embora, aqui uma receita para dor e para tontura, esta aqui é o atestado e este para marcar a consulta para conversar sobre o exame.
__sabe de alguma coisa?
__Nada, nem o seu prontuário está aqui, senão teria dado uma olhada.
Me troquei, dei uns gemidos altos no banheiro ao tentar fazer um xixi, me despedi de todos e descemos, pedi ao Alessandro que me deixasse no ponto de Ônibus de Campo Largo, lhe dei uns trocados pela companhia do dia... e vim para lamber as feridas em casa,  cheguei 23h35, e ali estava eu, sozinho como sempre !

Amiga Maldita

Amiga Maldita

Quando a conheci tinha 16 anos...
ELA ou eu, não sei...
Fomos apresentados numa festa por um carinha que se dizia meu "amigo"...
Foi amor a primeira vista.
ELA me enlouquecia.
Nosso amor chegou a um ponto

Que já não conseguia viver sem ELA.
Mas era um amor proibido. 

Meus pais não aceitaram. 
Fui repreendido na escola, Passamos a nos encontrar escondidos, Ate que não deu mais.
Fiquei louco. 

Eu queria, mas não a tinha.
Eu não podia permitir que me afastassem DELA.
Eu a amava,
 Bati com o carro,
Q
uebrei tudo dentro de casa
E quase matei minha irmã.
Estava louco. 

Precisava DELA.
Hoje tenho 39 anos, estou internado num hospital,
 Sou inútil
E vou morrer abandonado pelos meus pais, amigos e por ELA.
Seu nome?
COCAINA.
Meu amor, minha vida, minha destruição.
Devo tudo a ELA.  
Minha morte.
(Fred Mercury)
 

Queen - 'Save Me'





Save Me
Salve-me
It starded off so well
They said we made a perfect pair
I clothed myself
In your glory and you love
How I loved you
How I cried…

The years of care and loyalty
Were nothing but a sham it seems
The years belie we lived a lie
I love you till I die

Save me, save me, save me
I can't face this life alone
Save me, save me, save me
I'm naked and I'm far from home

The slate will soon be clean
I'll erase the memories
To start again with somebody new
Was it all wasted
All that love?
I hang my head an I advertise
A soul for sale or rent
I have no heart I'm cold inside
I have no real intent

Save me, save me, save me
I can't face this life alone
Save me, save me, save me

I'm naked and I'm far from home
Each night I cry
I still believe the lie
I love you till I die

Yeah, save me, save me
Forever save me
Don't let me face my life alone
Save me, save me
I'm naked and I'm far from home
Tudo começou tão bem
Diziam que éramos um casal perfeito
Eu me vesti
Com sua glória e seu amor
Como amei você
Como chorei

Os anos de carinho e lealdade
Nada foram além de fingimento
Por anos, acredito,vivemos uma mentira
Amarei você até eu morrer

Salve-me, salve-me, salve-me
Não dá para encarar a vida sozinho
Salve-me, salve-me, salve-me
Estou nu e longe de casa

O passado em breve estará limpo
Apagarei as lembranças
Para recomeçar com outro alguém
Foi tudo um desperdício
Todo aquele amor?

Abaixo a minha cabeça e anuncio
Alma à venda ou para alugar
Sem coração, frio por dentro
Não tenho intenções sinceras

Salve-me, salve-me, salve-me
Não dá para encarar a vida sozinho
Salve-me, salve-me, salve-me

Estou nu e longe de casa
Toda noite eu choro
Ainda creio na mentira
Amarei você até eu morrer

Sim, salve-me, salve-me
Para sempre salve-me
Não me deixe encarar a vida sozinho
Salve-me, salve-me
Estou nu e longe de casa

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

SEM REINCIDIVA !!!

Hoje gritei aos céus de contentamento. Vencer uma briga destas é um lindo sentimento. As dificuldades foram ultrapassadas com muita determinação e se agora sinto a alegria da vitória, é porque lutar não foi em vão, dias de exames invasivos, citoscopias, agulhadas, ultrassons, tomografias, cirurgias e quimioterapias.

Hoje, quarta –feira, 29de novembro, recebi a notícia que em minha última citoscopia não apresentou reincidiva do Tumor Papilífero Urotelial de Alto Grau que era eu acometido por 3 anos  com duas reincidivas, agora devo fazer apenas a manutenção de acompanhamento, estou livre das quimioterapias... Que sensação... Não eram fáceis tais ciclos de quimioterapias e sempre as fiz sem acompanhante e indo e voltando de ônibus de linha, passando alguns perrengues no translado.




É de lutas e conquistas que a vida é feita, e devemos sempre nos preparar para as que vêm a seguir. Mas agora vou saborear o meu triunfo, e agradecer a todos que me ajudaram a vencer.
Gratidão a você, da familia, amigo e colega que se solidarizou, que têm me ajudado neste período, espero que só porque estou melhor de uma das patologias se afastem, não se esqueçam de mim e de que tenho ainda outras necessidades na área da saúde que ainda preciso e conto com vocês, para adquirir medicamentos e contas mensais.

Gratidão e festejem comigo esta batalha vencida neste momento !!!